Turbine seus conhecimentos!

8 dicas para o Mobile Learning

Fornecer conteúdo oportuno, útil e relevante, adaptado às necessidades do seu público são os aspectos mais importantes na elaboração de um bom programa de mobile learning. Para alcançar esses resultados, existem muitos outros fatores a serem considerados.

Aqui estão 8 dicas para entregar programas de Mobile Learning bem sucedidos:

 

1. Projete uma experiência de usuário otimizada para dispositivos móveis

 

Crie uma interface de usuário que seja semelhante a outros conteúdos que seus usuários já estão usando no celular – senão, os usuários não usarão.

A interatividade para aumentar o engajamento é um princípio padrão do e-learning tradicional. Além disso, você também precisa produzir conteúdos que se encaixem na forma como as pessoas usam o celular, sendo curto e envolvente – pense MICROlearning. Aqui o usuário móvel não está sentado para realizar um curso de e-learning de uma hora no desktop. O usuário está móvel e usando seu dispositivo a qualquer hora e em qualquer lugar.

 

2. Conteúdo compacto e conciso

 

O bom conteúdo móvel é compacto, modular, em pequenas porções e focado. O conteúdo de vídeo é muito adequado aos dispositivos móveis, mas certifique-se de codificar o vídeo de forma adequada e compactá-lo o máximo possível – para evitar o download lento e a transmissão.

 

3. Fornecer uma excelente experiência de pesquisa

 

Se você seguir a rota do mobile learning em pequenas porções, em breve irá acumular uma grande biblioteca de conteúdo. Tenha certeza de que o seu conteúdo seja fácil e rápido para ser pesquisado e encontrado.

Possua opções para pesquisar por títulos, descrições e conteúdos. Tenha resultados de pesquisa agrupados por tipo de conteúdo, ou seja, todos os vídeos relevantes ou PDFs. Use a sistemática para marcar conteúdos com palavras-chave de pesquisa específicas.

 

4. Fornecer uma ótima experiência

 

É importante que o seu conteúdo móvel esteja disponível, mesmo que seu usuário esteja desconectado. A conectividade nem sempre é garantida e os usuários não ficarão satisfeitos se tiverem que usar todo o seu pacote de dados.

Uma boa experiência offline precisará de um aplicativo nativo de mobile learning. O ideal é que qualquer solução que você escolher deva dar o mesmo nível de rastreamento quando desconectado como se estivesse conectado. Incluindo rastreamento de conclusão, rastreamento de pontuação e análise de uso. Os dados devem ser sincronizados automaticamente com o servidor na próxima vez que o dispositivo móvel se conectar.

 

5. Mantenha o conteúdo atualizado

 

Se o conteúdo é armazenado em cache e nos dispositivos móveis dos usuários, como você pode ter certeza que ele será atualizado quando precisar?

Para atingir esse objetivo, você pode adicionar um “novo” rótulo a todo o conteúdo novo, ter uma área na sua interface do usuário exclusivamente para novos conteúdos, usar o número de notificações no ícone do aplicativo ou usar notificações por push para alertar os usuários diretamente.

 

6. Coloque seu usuário no controle

 

Forneça uma maneira simples e intuitiva para seus usuários de deletar o conteúdo armazenado em cache local, uma vez que ele tenha sido usado. Eles sempre podem fazer o download novamente se necessário. Não acabe com a paciência dos seus usuários e arrisque que seu aplicativo seja excluído ao usar o espaço de memória que o seu usuário gostaria de preencher com mais músicas ou fotos.

 

7. Gamificação mantém o aplicativo interessante

 

Torça para que seu mobile learning seja tão interessante e tão relevante para seus usuários que eles voltarão para mais e mais! Infelizmente, não é incomum que um novo programa de mobile learning se revele extremamente popular por alguns meses, mas a taxa de adoção comece a cair assim que deixa de ser novidade.

Gamificação é uma boa maneira de manter os níveis de interesse nos programas de mobile learning existentes. Gamificação fornece elementos atrativos de surpresa e competição. Você poderia tentar, por exemplo, dar prêmios de conquistas quando os usuários tentarem funcionalidades no seu mobile learning pela primeira vez, ou para adicionar um item aos favoritos ou para baixar um pedaço específico de conteúdo. Você também pode retribuir pontos para quem se apresentar bem nos quizzes, criando uma tabela de classificação se você quiser que as coisas se tornem realmente competitivas!

 

8. Pense sobre sua mistura

 

A solução de mobile learning voltada para suporte ao desempenho, oferecendo materiais just-in-time, funciona bem por conta própria (desde que o conteúdo seja relevante e útil). No entanto, para aqueles que querem fornecer porções curtas e nítidas de materiais de treinamento, o aproveitamento é melhor quando misturados com uma estratégia de treinamento completa, que também possua e-learning e, possivelmente, aulas em sala. Nessas situações, o mobile learning é complementar, não substituto, para ampliar o aprendizado. Por exemplo, simplesmente transferir todos os aprendizados existentes para dispositivos móveis, não funciona.

As abordagens que são bem sucedidas incluem o fornecimento de pequenas porções de treinamento como se fossem um “pré-treinamento” antes de um curso normal. E a mesma abordagem pode ser utilizada após um treinamento normal, para reforçar e atualizar o conteúdo que pode ter ficado na curva do esquecimento.

 

Adaptação de: 8 Tips for Mobile Learning 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *